NOTÍCIAS

Diversificar para crescer

Diversificar para crescer

Márcia Tavares, de 50 anos, é a dona da Papelaria Grão D’Areia, na Costa da Caparica, um espaço conhecido por apostar na diversidade e na inovação.

Sempre atenta às necessidades da loja e dos clientes, a simpática empresária iniciou a sua vida profissional “no ramo Segurador, tendo trabalhado nessa atividade durante 18 anos”. No entanto, “há cerca de 13 anos, surgiu a oportunidade de ficar com a papelaria que se situava perto da minha residência e foi uma decisão rápida. Surgiu numa altura em que estava a precisar de uma mudança na minha vida profissional e também foi uma oportunidade de dar um maior apoio efetivo aos meus filhos. Nasceu assim um negócio familiar”.

A paixão por esta área foi crescendo e “ao longo dos anos, foram muitas as alterações que efetuei na loja. Fui apostando em vários serviços direcionados para todo o tipo de cliente. Além dos produtos distribuídos pela VASP, temos também jogos, serviços de pagamento, de encomendas, de impressão, fotocópias e digitalizações. Vendemos passes, temos gifts e comercializamos todo o material escolar, incluindo mochilas, etc”, prossegue Márcia Tavares, visivelmente orgulhosa por tudo o que conquistou até hoje.

Sempre à procura de novas formas de surpreender os clientes e de ir buscar oportunidades fora de portas, há mais de 10 anos que a Grão D’Areia participa na ação “Bikes verão” com três ou quatro bicicletas e coloca as suas publicações a circular sobre rodas, na Praia da Rainha, na Cabana do Pescador e na Praia do Castelo. Este ano não foi excepção e Márcia Tavares ficou satisfeita, uma vez mais, com os resultados alcançados. Mas, após o término desta iniciativa, a dinâmica empresária já está a pensar em mais algumas novidades que pode lançar para aproveitar da melhor forma os últimos meses de 2022.

“Trabalhamos essencialmente para a satisfação do cliente, tendo existido um crescimento sustentável, com a fidelização de clientes e conquista de novos e vão ser implementados, brevemente, novos serviços para adaptar o modelo de negócio ao futuro”, conclui.

 

Arquivo